Você não pode visualizar esta videoaula porque ainda não está logado.

0 comentários em “CO1012 – Vitamina D

  1. Qual o papel da vitamina D nas DCV e prevenção do câncer?

    • Olá Jessica,

      Existe evidência epidemiológica associando níveis séricos de vitamina D com câncer em seres humanos. Essas correlações ecológicas (p.ex., maior incidência de câncer em países com menor exposição solar, maior mortalidade por câncer no inverno e entre pessoas de pele negra) e alguns estudos observacionais (coortes e casos-controle) isolados associaram baixos níveis séricos de 25(OH)D3 com maior incidência e mortalidade por câncer, embora outros estudos não tenham confirmado essa associação.

      Chung M, Lee J, Terasawa T, Lau J, Trikalinos TA. Vitamin D with and without calcium supplementtion for prevention of cancer and fractures: un updated meta-analysis for the US Preventive Services Task Force. Ann Intern Med. 2011;155:827–38.

      Resultados dos principais estudos que avaliaram a associação entre os níveis séricos de 25(OH)D3 ou a suplementação de vitamina D com a incidência ou mortalidade de diferentes grupos de doenças e situações clínicas:

      Doença cardiovascular:

      Aumento da incidência de HAS (1,76; IC 95% = 1,27-2,44) com níveis de 25(OH)D3 mais baixos (Pittas, 2010);
      – Risco relativo de incidência e mortalidade por DCV, e mortalidade por AVC, variando de 0,8, com vitamina D sérica de 30 ng/mL, até 2,2, com vitamina D menor que 10 ng/mL (Pittas, 2010);
      – Não foi encontrada associação consistente entre escores genotípicos ou SNPs individuais relacionados às concentrações de vitamina D com IAM e
      mortalidade ou fatores de risco para DCV (Jorde, 2012).

      Veja mais informações acessando o link do artigo abaixo:
      https://ac.els-cdn.com/S0104423013001504/1-s2.0-S0104423013001504-main.pdf?_tid=b2522cf2-fd8b-423c-9fce-4bb6bece946f&acdnat=1526403785_cc1eb2b63a7beecfd00fe9da3948a340

      Att,
      Gabriela

  2. Qual o valor ótimo de vitamina D?

    • Olá Jessica,

      Os níveis séricos ideais de 25(OH)D são aqueles para os quais a absorção de cálcio está otimizada, os níveis de PTH reduzidos e o maior beneficio para o osso e função muscular são obtidos, sendo atualmente recomendado que sejam superiores a 30 ng/ml (75 nmol/l).

      Os níveis plasmáticos de 25(OH)D constituem um espectro contínuo de suficiência de vitamina D. Apesar da controvérsia, parece existir um «consenso» de que os valores plasmáticos de 25(OH)D inferiores a 30-32 ng/ml indicam um défice relativo de vitamina D. Este valor de corte foi sugerido com base no papel da vitamina D na absorção de cálcio e fósforo.

      Veja mais informações no link do artigo abaixo:
      https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1646343913000084

      Att,
      Gabriela

Deixe uma resposta