Você não pode visualizar esta videoaula porque ainda não está logado.

0 comentários em “CO1012 – Proteínas plasmáticas – Transferrina

  1. o excesso de transferrina, com fe e ferritina normais, podem estar relacionados a que?

    • Olá,

      Uma capacidade total de transporte de ferro, capacidade não saturada de transporte de ferro ou transferrina alta em geral indicam deficiência de ferro, mas podem estar elevadas também na gravidez ou com o uso de anticoncepcionais orais.

      A transferrina é a principal proteína de transporte de ferro no organismo, sua síntese é inversamente proporcional a quantidade de ferro no organismo. Níveis elevados são encontrados em anemias ferropriva e hemorragias agudas. Valores reduzidos são encontrados em neoplasias, hemocromatose, casos de sobrecarga de ferro e atransferrinemia congênita.

      Att,
      Gabriela

  2. Depleção de transferrina quer dizer que a mesma está com índices de saturação a cima de 50% ou que há pouca quantidade da mesma?

    • Olá Andreza,

      O Índice de Saturação da Transferrina (IST) e a razão ferro sérico/ capacidade de combinação do ferro. A transferrina é a proteína que transporta o ferro no plasma. Em condições normais, 30 a 40% dos sítios de ligação do ferro na transferrina são ocupados.

      Na reposição de ferro, valores superiores a 100% podem ser encontrados. Níveis baixos podem estar presentes na anemia ferropriva, desnutrição e na anemia das doenças crônicas.

      Transferrina
      Vida média 7-8 dias
      Cada molécula mpode ligar duas moléculas de ferro
      30-40% da transferrina é empregada no transporte de ferro

      Transferrinemia aumenta na carência de ferro, na gravidez, na fase precoce das hepatites agudas, perdas hemáticas crônicas.
      Transferrina diminui em anemias, infecções crônicas, doenças hepáticas crônicas, neoplasias, sobrecarga de ferro.

      Interpretação dos resultados dos níveis de transferrina:

      150 – 200mg% – depleção leve
      100-150mg% – depleção moderada
      < 100mg% - depleção grave Depleção leve - 150 - 200mg/dL Depleção moderada - 100 - 150mg/dL Deplação grave: < 100mg/dL Att, Gabriela

Deixe uma resposta