Você não pode visualizar esta videoaula porque ainda não está logado.

8 comentários em “PC1008 – Conduta Nutricional na Síndrome do Ovário Policístico

  1. QUAL EXAME DE BIOIMPEDANCIA VC UTILIZA?

  2. Uxi amarelo e unha de gato tem comprovação científica de eficácia no tratamento da SOP?

  3. Paciente insulinodependente pode fazer uso da suplementação do estudo de caso ? Qual a mg da Chorella no estudo de caso?
    Obrigada.

    • Olá Carla,

      Para isso é necessário saber da hitória clínica, bioquímica e nutricional do paciente.

      CLORELLA PÓ
      Dose usual: capsulas de 320mg de 1 a 4 vezes ao dia.

      Recomenda-se de 300mg a 1300mg ao dia.

      Att,
      Gabriela

  4. Olá
    Qual o nível ideal destes exames
    LH
    FSH
    Testosterona livre
    SHBG
    DHT
    DHEA-S
    Androstenediona

    • Olá,

      É sugerido observar a média entre o menor e maior valor. Nem muito próximo do valor menor e nem muito próximo ao valor mais alto dentro dos valores de referência.

      FSH e LH
      REFERÊNCIA
      Feminino
      Pré Púberes: até 2,2 mUI/mL
      Fase Folicular: 2,5 a 10,2 mUI/mL
      Pico Ovulatório: 3,4 a 33,4 mUI/mL
      Fase Lútea: 1,5 a 9,1 mUI/mL
      Pós menopausa: 23,0 a 116,3 mUI/mL
      Masculino
      Pré Púberes: até 0,9 mUI/mL
      Adultos: 1,4 a 18,1 mUI/mL

      Testosterona livre:

      REFERÊNCIA
      Feminino:
      Pré- púberes: Sem valor de referência definido
      Menacme:
      Fase folicular : 0,18 a 1,68 ng/dL
      Meio do ciclo : 0,3 a 2,34 ng/dL
      Fase lútea : 0,17 a 1,87 ng/dL
      Pós- menopausa : 0,19 a 2,06 ng/dL
      Masculino:
      Abaixo de 17 anos:Sem valor de referência definido
      17 a 40 anos : 3,4 a 24,6 ng/dL
      41 a 60 anos : 2,67 a 18,3 ng/dL
      Acima de 60 anos : 1,86 a 19,0 ng/dL
      OBS: Testosterona Livre

      Calculada através da dosagem de Testosterona Total, SHBG e, com associação da constante Albumina-Testosterona em uma concentração média estimada de 4,3 g/dL de Albumina.
      Amostras de gestantes e pacientes em uso de contraceptivos orais e drogas anti-epiléticas podem ter valor aumentado para SHBG o que pode resultar em valores baixos para a Testosterona Livre.

      SHBG

      Mulheres não grávidas: 18 – 144 nmol/L
      Mulheres acima de 18 anos: 18 – 144 nmol/L
      Homens: 10 – 57 nmol/L

      DHT

      REFERÊNCIA
      Mulheres: 5 a 46 ng/dL
      Homens: 16 a 79 ng/dL

      DHEA-S
      Homens – 80,0 a 550,0 ug/dL
      Mulheres – 10 a 20 anos: 37,0 a 280,0 ug/dL
      21 a 30 anos: 64,0 a 380,0 ug/dL
      31 a 40 anos: 45,0 a 270,0 ug/dL
      41 a 50 anos: 32,0 a 240,0 ug/dL
      51 a 60 anos: 26,0 a 200,0 ug/dL
      61 a 70 anos: 13,0 a 130,0 ug/dL
      Acima de 70 anos: 10,0 a 160,0 ug/dL
      Crianças 1 a 6 anos: 2,0 a 30,0 ug/dL
      7 a 9 anos: 2,5 a 74,0 ug/dL
      Recém nascidos* : 30,0 a 250,0 ug/dL

      Att,
      Gabriela Wilke Rocha
      Setor de Ensino
      Instituto Ana Paula Pujol

Deixe uma resposta