Você não pode visualizar esta videoaula porque ainda não está logado.

4 comentários em “CO1028 – Estímulo da síntese de melatonina e modulação da Glicemia

  1. Mais uma dúvida… Quantos dias pós cirurgia podemos incentivar o consumo de chás calmantes (para estímulo da síntese de melatonina) sem prejuízo das fases da cicatrização?

  2. Na aula sobre modulação do sono e ingestão de melatonina, falou-se sobre ingestão de café sem cafeína para aumento da ingestão da melatonina sem prejudicar a produção endógena da mesma. Já ouvi falar sobre adição de cloro no processo de retirada da cafeína do café, podendo causar alterações ao funcionamento da tireoide. Sabe algo sobre isso? Como saber se o café descafeinado possui adição de cloro?

    • Olá Rafaela,

      Sim.
      Parece que cloro e flúor em excesso pode causar alterações na glândula tireoide.
      Mas, a preocupação é muito mais com a utilização do flúor.

      A deficiência de iodo é uma das principais causas de hipotireoidismo, e Fluoreto , Bromo e Cloro, esses três produtos químicos interferem na absorção de iodo. O flúor é mais eletronegativo que o iodo, ele facilmente desloca o iodo dentro do corpo, afetando assim o funcionamento da glândula tireoide.
      Alguns anos atrás, o flúor era utilizado para tratamento de hipertireoidismo. Uma dose de 2-5 mg de flúor por dia era eficaz para suprimir uma tireoide hiperativa.

      Fluoreto
      Algumas fontes comuns de fluoreto incluem o seguinte:

      Bebidas engarrafadas (devido ao teor de flúor na água);
      Creme dental, enxaguatório bucal e outros produtos de higiene dental;
      Chá preto, chá vermelho e outros chás
      Alimentos enlatados;
      Sal de rocha preto / vermelho;
      Tabaco;
      Suplementos (sempre verifique os rótulos);
      Medicamentos:
      Existem alguns medicamentos contendo flúor. Eles incluem anestésicos, antiácidos, medicamentos anti-ansiedade, antibióticos, antidepressivos, antifúngicos, anti-histamínicos, medicamentos redutores de colesterol, medicamentos antimaláricos, quimioterapia, supressores de apetite, medicamentos para artrite, psicotrópicos e esteroides.

      Algumas das marcas mais usadas de medicamentos que contêm flúor incluem:

      Prozac®, Lexapro®, Celexa®, Paxil®: usado para depressão, ansiedade ou TOC
      Prevacid®: usado para refluxo ácido
      Diflucan®: um antifúngico usado para infecções fúngicas
      Antibióticos fluoroquinolonas (Cipro®, Levaquin®, Avelox®): usados ​​em ITUs e outras infecções
      Celebrex®: usado para dor
      Lipitor®, Zetia®: usado para baixar o colesterol.

      O flúor contido na maioria desses medicamentos, no entanto, está em uma forma orgânica, e não se sabe se esse tipo de flúor pode se acumular em nossos corpos, comparado aos flúor encontrados na indústria odontológica que são fluoretos inorgânicos e são conhecidos por acumularem no corpo e causar toxicidade.

      Segue artigos para leitura:

      Singh N, Verma K, Verma P, Sidhu G, Sachdeva S. A comparative study of fluoride ingestion levels, serum thyroid hormone & TSH level derangements, dental fluorosis status among school children from endemic and non-endemic fluorosis areas. SpringerPlus. 2014;3(1):7. doi:10.1186/2193-1801-3-7.

      Khandare AL, Gourineni SR, Validandi V. Dental fluorosis, nutritional status, kidney damage, and thyroid function along with bone metabolic indicators in school-going children living in fluoride-affected hilly areas of Doda district, Jammu and Kashmir, India. Environ Monit Assess. 2017;189(11):579. doi: 10.1007/s10661-017-6288-5.

      Basha P, Rai P, Begum S. Fluoride Toxicity and Status of Serum Thyroid Hormones, Brain Histopathology, and Learning Memory in Rats: A Multigenerational Assessment. Biological Trace Element Research. 2011;144(1-3):1083-1094. doi:10.1007/s12011-011-9137-3.

      Ghosh A, Mukherjee K, Ghosh S, Saha B. Sources and toxicity of fluoride in the environment. Research on Chemical Intermediates. 2012;39(7):2881-2915. doi:10.1007/s11164-012-0841-1.

      Peckham S, Lowery D, Spencer S. Are fluoride levels in drinking water associated with hypothyroidism prevalence in England? A large observational study of GP practice data and fluoride levels in drinking water. Journal of Epidemiology and Community Health. 2015;69(7):619-624. doi:10.1136/jech-2014-204971.

      Liu H, Zeng Q, Cui Y, Yu L, Zhao L, Hou C, et al. The effects and underlying mechanism of excessive iodide on excessive fluoride-induced thyroid cytotoxicity. Environ Toxicol Pharmacol. 2014;38(1):332-40. doi: 10.1016/j.etap.2014.06.008.

      Adedara IA, Ojuade TJD, Olabiyi BF, Idris UF, Onibiyo EM, Ajeigbe OF, et al. Taurine Ameliorates Renal Oxidative Damage and Thyroid Dysfunction in Rats Chronically Exposed to Fluoride. Biol Trace Elem Res. 2017;175(2):388-395. doi: 10.1007/s12011-016-0784-2.

      Yang H, Xing R, Liu S, Yu H, Li P. γ-Aminobutyric acid ameliorates fluoride-induced hypothyroidism in male Kunming mice. Life Sci. 2016;146:1-7. doi: 10.1016/j.lfs.2015.12.041.

      Sarkar C, Pal S. Ameliorative effect of resveratrol against fluoride-induced alteration of thyroid function in male wistar rats. Biol Trace Elem Res. 2014;162(1-3):278-87. doi: 10.1007/s12011-014-0108-3.

      Kheradpisheh Z, Mirzaei M, Mahvi AH, Mokhtari M, Azizi R, Fallahzadeh H, et al. Impact of Drinking Water Fluoride on Human Thyroid Hormones: A Case- Control Study. Scientific Reports. 2018;2674. doi:10.1038/s41598-018-20696-4.

      Att,
      Gabriela

Deixe uma resposta