Você não pode visualizar esta videoaula porque ainda não está logado.

0 comentários em “CO1001 – Anemia e Ferritina

  1. ola, e a transferrina? tenho visto a ferritina normal, mas com a transferrina baixa e tbem a saturaçao de transferrina acima de 55%. como faço para aumentar essa transferrina?

    • Olá Lucas,

      A transferrina deve ser interpretada junto com a capacidade total de ligação do ferro, além do índice de saturação da transferrina.

      Na anemia por deficiência de ferro aumenta a síntese da transferrina assim como a sua capacidade de ligação (capacidade ferropéxica total- CFP) e a saturação de transferrina calculada é baixa.

      Já na anemia por inflamação crônica há diminuição da síntese de transferrina e a capacidade ferropéxica (CFP) é reduzida e o percentual de saturação da transferrina é, geralmente, normal.

      A transferrina aumenta na maioria das anemias por deficiência de ferro e diminui em anemias de infecções crônicas, insuficiência renal crônica, doença hepática grave e síndrome nefrótica. A tranferrina é uma das proteínas de fase aguda classificadas como negativas, ou seja, sua concentração fica menor na vigência de uma agressão aguda ao organismo, seja infecciosa, seja inflamatória, seja traumática. Já na hemocromatose, seu grau de
      saturação com ferro encontra-se acima do normal, ao contrário do que ocorre nos estados de carência de ferro.

      Att,
      Gabriela

Deixe uma resposta